Publicidade

Senado aprova grupo de trabalho para monitorar crise no Inep

Pedido foi aprovado na manhã desta quinta-feira (18/11) na Comissão de Educação da Casa. Senador Izalci Lucas (PSDB-DF) será o coordenador dos trabalhos

Por Cristiane Noberto em 18/11/2021 às 18:42:03
Senador Marcelo Castro (MDB-PI) na comissão de Educação do Senado - (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

Senador Marcelo Castro (MDB-PI) na comissão de Educação do Senado - (crédito: Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) será o coordenador do grupo de trabalhos que vai apurar fatos relacionados à crise no Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A Comissão de Educação do Senado aprovou a criação do grupo na manhã desta quinta-feira (18/11). Outros quatro senadores devem acompanhar os desdobramentos dos trabalhos no órgão ligado ao Ministério da Educação.

Pela proposta, de autoria do presidente da comissão, senador Marcelo Castro (MDB-PI), o colegiado também deve sugerir ações para o funcionamento condizente do instituto, em especial, no que diz respeito à realização de exames de avaliações e censos.

"Todos nós ligados à educação estamos muito preocupados com uma instituição tão séria, de tanta tradição no Brasil, tão respeitável quanto o Inep, que, infelizmente, neste momento, vive essa crise que está trazendo insegurança e intranquilidade a todos que fazem a educação no Brasil", afirmou Marcelo Castro na reunião.

O senador ainda emendou que as exonerações de profissionais respeitados e creditados é inusitada. "Isto é quase uma bomba atômica, uma coisa realmente injustificável, surpreendente. Algo aparentemente muito grave deve estar acontecendo para uma atitude tão drástica como essa. Preocupa-nos a todos. Vamos, então, trabalhar nessas frentes aí", completou.

Fonte: Correio Braziliense

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade