19°C 33°C
Uiraúna, PB
Publicidade

Três são presos por aplicar golpes de venda de veículo com links falsos

Mentor dos crimes foi preso. Algumas vítimas tiveram prejuízos de R$ 10 mil. Operação ocorreu no Ceará, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais

26/06/2024 às 16h16
Por: Redação Fonte: g1 CE
Compartilhe:
Operação "Escudo Virtual" cumpriu 26 mandados no Ceará, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais. - Foto: Polícia Civil/ Divulgação
Operação "Escudo Virtual" cumpriu 26 mandados no Ceará, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais. - Foto: Polícia Civil/ Divulgação

Suspeitos de se passarem por vendedores de veículos para aplicarem golpes através das redes sociais com links falsos foram alvos da Operação "Escudo Virtual", realizada pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (26), no Ceará, São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais.

Três homens foram presos em Fortaleza, São Paulo e Mato Grosso. Uma arma de fogo foi apreendida.

Ao todo, são cumpridos 29 mandados, sendo 26 de busca e apreensão, um de prisão preventiva e dois de prisão temporária. No Ceará, as ações ocorrem nas cidades de Fortaleza, Maracanaú, Pacatuba, Tauá e Capistrano.

O homem capturado na capital cearense é considerado o principal alvo da operação, por ser apontado como o mentor dos crimes.

“Ele criava perfis falsos em redes sociais e através desses perfis ele simulava venda de veículos, atraia compradores de motocicletas que não existiam, fornecia um link falso como se fosse uma empresa verdadeira e quando as pessoas clicavam tinha acesso aos dados das vítimas", disse o delegado Solano Feitosa, da Delegacia Municipal de Jucás, que iniciou as investigações sobre o caso.

Como ocorriam os golpes

Os criminosos se passavam por vendedores de veículos, principalmente motocicletas, e divulgavam os produtos nas redes sociais, por um preço abaixo do valor de mercado.

As vítimas negociavam com os suspeitos e no momento de fazer o pagamento recebiam um link. Ao clicar, elas eram direcionadas a uma página que simulava ser de uma revendedora de moto autorizada. Sem saber que se tratava de uma página falsa, as pessoas colocavam os dados bancários, que eram usados pelos criminosos.

"Algumas pessoas tiveram prejuízo de R$ 7 mil, R$ 9 mil, outra de R$ 10 mil. O pior de tudo é que quando entravam nesse link, que simulava ser de uma revendedora de moto autorizada e na realidade não era, os criminosos tinham acesso aos seus dados cadastrais, suas senhas. De posse dessas informações eles aplicavam novos golpes. Inclusive, contratando empréstimos nas contas bancárias dessas pessoas", explicou Solano Feitosa.
Ainda de acordo com o delegado, as investigações tiveram início após vítimas da cidade de Jucás procurarem a polícia para denunciar os golpes.

"As vítimas registraram boletim de ocorrência noticiando que teria sido vítimas de golpes aplicados através das redes sociais, quando os autores dos golpes simulavam vendas de veículos, notadamente motocicletas. [...] São pessoas, pobres, pessoas desavisadas", falou o delegado.

Conforme a Polícia Civil, os alvos são investigados pelos crimes de estelionato, lavagem de dinheiro, associação criminosa e integrar organização criminosa.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uiraúna, PB
32°
Parcialmente nublado

Mín. 19° Máx. 33°

31° Sensação
4.43km/h Vento
29% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h46 Nascer do sol
05h33 Pôr do sol
Sex 33° 19°
Sáb 30° 18°
Dom 32° 18°
Seg 33° 17°
Ter 32° 18°
Atualizado às 13h22
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias