Política DIPLOMACIA

Bolsonaro recebe presidente de Cabo Verde no Palácio do Planalto

Visita de cortesia marcou os 46 anos das rela√ß√Ķes bilaterais do Brasil com o pa√≠s africano

Por Augusto Fernandes

30/07/2021 às 14:45:50 - Atualizado h√°
(crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro recebeu no Pal√°cio do Planalto, na manh√£ desta sexta-feira (30/7), o presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca. Neste m√™s, as rela√ß√Ķes comercial e governamental entre os dois países completaram 46 anos.

O governo brasileiro considera o país africano como sendo um dos maiores parceiros em projetos de coopera√ß√£o técnica, em especial no √Ęmbito educacional. Um dos principais programas entre as duas na√ß√Ķes é o de incentivo para que pessoas nascidas em Cabo Verde venham para o Brasil estudar cursos de gradua√ß√£o e pós-gradua√ß√£o. Segundo o Executivo, pelo menos 2 mil cabo-verdianos estudam em solo brasileiro.

Ao lado da China e de países da Europa, como Portugal, Espanha e Holanda, o Brasil é um dos parceiros comerciais mais importantes de Cabo Verde. No ano passado, de acordo com o governo brasileiro, o país exportou US$ 25 milh√Ķes à na√ß√£o africana e importou US$ 21 mil. Entre janeiro e junho deste ano, o volume de exporta√ß√Ķes alcan√ßou a marca dos US$ 11 milh√Ķes.

"Foi uma visita de cortesia, mas também de troca de informa√ß√Ķes, de entendimentos, visando o bem-estar dos nossos povos. H√° 46 anos temos rela√ß√Ķes com Cabo Verde, um país que, estrategicamente, é a porta de entrada para a √Āfrica Ocidental. Dentre os acordos, temos o naval, temos o cultural, onde mais de 2 mil cabo-verdianos estudam em nosso país, e estamos ultimando um acordo de mobilidade, que facilitar√° o tr√Ęnsito dos nossos povos nesses países irm√£os", disse Bolsonaro, após a reuni√£o.

Jorge Carlos convidou o presidente brasileiro a conhecer Cabo Verde e destacou que essa rela√ß√£o comercial pode permitir que o Brasil amplie as pontes com outros países africanos. O presidente cabo-verdiano destacou que a na√ß√£o integra a Comunidade Econômica dos Estados da √Āfrica Ocidental (Cedeao) e que pode auxiliar o Brasil a fechar acordos com os outros 14 países que comp√Ķem o bloco.

"A Cedeao constitui um mercado muito importante. Portanto, os empres√°rios brasileiros, as zonas de negócios brasileiros podem n√£o só ascender ao pequeno mercado, mas ao enorme mercado de que Cabo Verde faz parte, onde h√° países como Nigéria, Senegal, Costa do Marfim, que, no conjunto, s√£o centenas de milh√Ķes de consumidores", afirmou Jorge Carlos.

Fonte: Correio Braziliense
Comunicar erro
Portal Nordeste

© 2021 Portal Nordeste - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Nordeste