Sa√ļde

Fiocruz desenvolve teste que identifica variantes do novo coronavírus

Brasil registrou 204 casos confirmados das variantes

Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro, Edição: Aline Leal

24/02/2021 às 16:03:04 - Atualizado h√°
- Foto: Itamar Crispim/Fiocruz

Pesquisadores do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) desenvolveram um teste com protocolo RT-PCR que, além de confirmar a infec√ß√£o por SARS-CoV-2, aponta se a pessoa foi contaminada por uma das tr√™s variantes de preocupa√ß√£o (brasileira, brit√Ęnica e sul-africana).

A circula√ß√£o dessas tr√™s variantes do novo coronavírus é objeto de estudo e preocupa√ß√£o de pesquisadores e autoridades sanit√°rias ao redor do mundo, j√° que altera√ß√Ķes na principal proteína usada pelo vírus para infectar as células humanas tornam essas novas linhagens potencialmente mais transmissíveis.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil j√° tem 204 casos confirmados das variantes, sendo 20 da variante brit√Ęnica e 184 da variante brasileira, identificada pela primeira vez em Manaus.

O vice-diretor de Pesquisa e Inova√ß√£o da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca, destacou que o novo teste é uma ferramenta mais r√°pida que o sequenciamento na identifica√ß√£o das variantes e vai refor√ßar a vigil√Ęncia genética do vírus no Brasil.

"É possível fazer centenas de amostras diariamente, porque o protocolo de PCR em tempo real é muito mais f√°cil e direto do que o sequenciamento, ent√£o, a gente consegue fazer hoje com a nossa capacidade centenas de amostras por dia", comenta Naveca em texto divulgado pela Fiocruz.

Para confirmar a precis√£o do teste, foram analisadas 87 amostras j√° sequenciadas geneticamente, e o protocolo RT-PCR obteve os mesmos resultados.

O Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) ser√° o primeiro a usar o produto, e h√° tratativas para que ele esteja disponível em seguida em Rondônia, Roraima, Mato Grosso do Sul, Cear√°, Rio de Janeiro e outros laboratórios interessados.

Segundo Naveca, ainda n√£o h√° insumos que permitam a distribui√ß√£o do teste para todo o país, mas a valida√ß√£o do protocolo em maior escala poder√° permitir que isso aconte√ßa.

Fonte: Agência Brasil
Comunicar erro
Portal Nordeste

© 2021 Portal Nordeste - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Nordeste