Publicidade/DigiSat

Chuvas de mais de 140 milímetros arrastam carros e derrubam casas no Ceará

Cidade de Lavras da Mangabeira teve a chuva mais forte do estado, com 142 milímetros.

Por Lorena Tavares, Tadeu Gomes, g1 CE em 03/04/2024 às 16:25:50
Chuva destruiu residências e inundou principal canal que passa pela cidade de Juazeiro do Norte. - Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Chuva destruiu residências e inundou principal canal que passa pela cidade de Juazeiro do Norte. - Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

As chuvas ocorridas na madrugada e início da manhã desta quarta-feira (3) provocaram estragos em várias cidades do Cariri. Em Várzea Alegre uma casa desabou no Bairro Serrinha. Segundo a Defesa Civil do município ninguém ficou ferido, por sorte o morador não estava no quarto que cedeu a estrutura durante a chuva. Ele perdeu praticamente tudo.

Segundo a Fuceme, a maior chuva no Cariri foi em Lavras da Mangabeira (142 mm), seguido por Farias Brito (100 mm), Crato (94 mm), Várzea Alegre (85 mm) e Juazeiro do Norte (78,5 mm).

No distrito de Canindezinho, moradores acordaram assustados com a água dentro de casa. Muitos móveis foram perdidos. A Secretaria de Assistência Social está catalogando os prejuízos para atender as famílias que estão desabrigadas.

Imagens da passagem molhada do sítio Guaribas, no distrito de Riacho Verde, mostram a força da correnteza. Essa água deságua no açude Olho D'água, reservatório que abastece a cidade. Segundo a Funceme choveu 85 milímetros na área.

Em Juazeiro do Norte, o Corpo de Bombeiros confirmou que uma família, um casal e uma criança, foram arrastados até um buraco no bairro São José. A população socorreu rapidamente os três e conseguiu retirá-los.

Ainda no bairro São José, e também na Lagoa Seca, carros ficaram parcialmente submersos por conta dos alagamentos nas ruas. O trânsito ficou complicado em vários trechos.

Houve congestionamento também na Avenida Padre Cicero no Crato. Mas a situação mais complicada foi registrada nas proximidades do Cemitério. O volume de água foi tanto que uma pessoa teve que ser carregada nas costas, além disso, o alagamento invadiu várias residências.

Na madrugada o volume do Canal do Rio Grangeiro subiu muito e quase chegou a transbordar.

Fonte: g1 CE

Comunicar erro
Publicidade/Eletrotech

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais