Publicidade/DigiSat

Paraíba registra saldo negativo na geração de postos de emprego em fevereiro, aponta Caged

Setor da indústria registrou os maiores números negativos. Apenas serviços e construção obtiveram saldos positivos no levantamento do Ministério do Trabalho.

Por g1 PB em 27/03/2024 às 19:40:27
Carteira de Trabalho - Foto: Reprodução/Divulgação Seteq

Carteira de Trabalho - Foto: Reprodução/Divulgação Seteq

A Paraíba registrou uma perda de nove postos de trabalho com carteira assinada no saldo acumulado do mês de fevereiro. Foram 17.867 admissões e 17.876 desligamentos. Os dados foram publicados nesta quarta-feira (27) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

No mês anterior, em janeiro, a Paraíba havia registrado um saldo positivo na geração de empregos. Naquele mês foi contabilizado um saldo de 332 postos de trabalho com carteira assinada.

Os setores que mais contribuíram para o desempenho do mercado de trabalho da Paraíba no mês de fevereiro foram o de serviços, com um saldo de 1.639, e construção, com 653. Os outros principais setores da economia, como comércio, agropecuária e indústria tiveram saldos negativos.

Em relação ao maior saldo negativo, a liderança fica a cargo do setor da indústria, no qual foi contabilizado menos 1.298 postos de trabalhos, com 1.911 admissões e 3.209 desligamentos em fevereiro. Na sequência aparece o setor da agropecuária, com menos 892 postos de trabalho, e o comércio com 111 a menos.

João Pessoa e Campina Grande

A capital João Pessoa não acompanhou os números do estado no mês de fevereiro, com 1.334 postos de trabalho gerados no saldo do período. Em Campina Grande, a diferença entre admissões e desligamentos também foi positiva, com 348 postos de emprego a mais.

Outro dado trazido pelo Caged foi o salário médio de admissão no mês de fevereiro em todo o estado. De acordo com o levantamento, o salário de admissão na Paraíba foi de R$ 1.675,46, uma variação relativa de 4,78 a menos em relação ao salário admissional no mês de janeiro.

Em relação a região Nordeste, o Caged registrou um saldo positivo, de 10.571 postos de trabalho a mais em fevereiro. A região seguiu os dados das outras quatro regiões de todo o Brasil que tiveram o saldo entre admissões e desligamentos positivos no mês, ao lado de Sudeste, Sul, Centro-Oeste e Norte.

Fonte: g1 PB

Comunicar erro
Publicidade/Eletrotech

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais