Publicidade/DigiSat

Sousa Esporte Clube vence Cruzeiro no Marizão, avança na Copa do Brasil e garante mais R$ 945 mil

Por Fonte: Blog do Levi em 21/02/2024 às 22:58:39
Foto: Blog do Levi/Diário do Sertão

Foto: Blog do Levi/Diário do Sertão

O Sousa Esporte Clube venceu nesta noite de quarta-feira (21) o Cruzeiro, pelo placar de 2 a 0, em duelo válido pela primeira fase da Copa do Brasil. Danilo Bala saiu do banco de reservas, quase no fim do jogo marcou dois gols e colocou o Dinossauro do Sertão na segunda fase da competição.

Essa é a primeira vez em sua história que o time paraibano avança de fase na competição, desta vez eliminando o maior vencedor do torneio, a Raposa de Minas Gerais, que tem seis títulos.

Com essa vitória, o clube paraibano embolsa mais R$ 945 mil por ter conseguido alcançar a segunda fase. O Sousa entrou na competição pelo vice-campeonato paraibano 2023 e, por isso, já arrecadou cerca de R$ 787 mil. O Dinossauro agora aguarda o vencedor entre Petrolina, de Pernambuco, e Cascavel, do estado do Paraná.

O Dinossauro garante premiação milionária na Copa do Brasil. Com um folha orçamentária 40x menor que a do Cruzeiro, o Sousa Esporte Clube consegue embolsar R$ 945 mil por passar para a segunda fase.

Primeiro tempo

Por conta da grande diferença técnica entre as equipes, naturalmente o Cruzeiro tomou à frente e controlou a posse de bola. Apesar do campo encharcado, o time de Belo Horizonte buscava trocar passes e criar jogadas, especialmente pelo lado direito do campo. Devido à chuva, que apertou mais uma vez durante a etapa, o time visitante cruzava muitas bolas na grande área.

O goleiro Bruno Fuso, do Sousa, precisou fazer duas defesas que evitaram gols da Raposa. Por outro lado, nas pouquíssimas escapadas que o time da casa teve no campo ofensivo, conseguiu acertar o travessão depois de uma bela finalização de Michel Lima. O camisa 9 teve uma outra chance cara a cara com Rafael Cabral, do Cruzeiro, que salvou o gol do Dinossauro.

Segundo tempo

O cenário da partida se manteve nesta segunda etapa, muito por conta do gramado ainda pesado. No entanto, o jogo ganhou um ritmo muito mais cadenciado, sem grandes chances para nenhuma das duas equipes. O Sousa explorava os contra-ataques, enquanto se fechava com uma linha defensiva de cinco jogadores.

Na reta final, o Dinossauro tentou ir mais ao campo ofensivo, visto que o empate naquela altura o eliminava da competição. Mesmo trocando um defensor por um atacante, a equipe não teve muitas oportunidades de conseguir o gol. O Cruzeiro se postava muito distante da grande área e impedia qualquer aproximação.

Mas aos 43 minutos, Danilo Bala aproveitou a bola que sobrou na grande área e empurrou para as redes. Depois de um Marizão pulsante, Danilo Bala ainda acertou uma finalização espetacular, de fora da área, e carimbou a vitória histórica.

Jogo com chuva

A chuva atrapalhou bastante os dois times. Com gramado pesado e com muitos pontos de acúmulo de água, os times tiveram bastante dificuldade para trabalhar a bola no chão. As dificuldades também foram vistas antes mesmo do jogo.

Comunicar erro
Publicidade/Eletrotech

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais