Publicidade/DigiSat

Número de casos prováveis de dengue aumenta 80% no RN e Sesap instala 'sala de situação' para monitorar a doença

Dados são das 5 primeiras semanas de 2024 em relação ao mesmo período do ano passado. Governadora anunciou que estado deve receber primeiras doses da vacina contra a doença no dia 15.

Por g1 RN em 10/02/2024 às 06:06:22
Secretaria Estadual de Saúde instala 'sala de situação' para monitorar casos de dengue no RN - Foto: Reprodução/Divulgação/Assecom

Secretaria Estadual de Saúde instala 'sala de situação' para monitorar casos de dengue no RN - Foto: Reprodução/Divulgação/Assecom

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) instalou nesta sexta-feira (9) a Sala de Situação das Arboviroses (SEArbo) para monitorar os casos de dengue, zika e chikungunya no RN.

O instrumento vai reunir e coordenar as ações de todas as áreas técnicas da Sesap no enfrentamento ao quadro das doenças, tratando dos eixos da assistência, vigilância epidemiológica, controle vetorial, interface com a sociedade, pesquisa e resposta.

De acordo com o primeiro boletim epidemiológico do estado, que contempla as cinco primeiras semanas do ano, já foram registrados 757 casos prováveis de dengue no RN. O número é mais de 80% superior ao mesmo período observado em 2023, o que acende um alerta nas autoridades sanitárias.

Considerada pelo Ministério da Saúde como a arbovirose urbana mais prevalente nas Américas, principalmente no Brasil, a dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti.

A secretária estadual de Saúde Pública, Lyane Ramalho, lembrou que o aumento de casos já era previsto pelo Ministério da Saúde, que vem realizando reuniões sistemáticas, em especial com estados com previsão de chuvas e temperaturas elevadas.

"Desde novembro a Sesap tem orientado ações preventivas nos municípios que tiveram maior incidência de dengue em anos anteriores, ressaltando a importância da educação com agentes comunitários de saúde e agentes de endemias", disse.

Inicialmente, a Sala de Situação terá reuniões semanais para avaliação de cenário e planejamento de ações estratégicas, com um acompanhamento diário da situação, evolução dos casos notificados e demais aspectos. O grupo também passa a fazer a articulação com gestores municipais e demais órgãos e entidades do poder público, assim como elaborar relatórios técnicos sobre a situação epidemiológica e das ações em curso, além de divulgar à população informações sobre a situação epidemiológica e assistencial no estado.

Vacinação

Nesta quinta-feira (8) a governadora Fátima Bezerra anunciou que o estado recebe no próximo dia 15 de fevereiro o primeiro lote da vacina contra a dengue, a QDengua. "Serão 33.310 frascos que serão distribuídos para 19 municípios prioritários, sendo 5 da região metropolitana de Natal e 14 municípios da região Oeste", postou a gestora.

As doses devem ser aplicadas em duas fases, inicialmente em crianças de 10 a 14 anos, conforme definido pelo Ministério da Saúde.

Confira os municípios do RN que vão receber a vacina da dengue:

Natal

Parnamirim

Extremoz

São Gonçalo do Amarante

Macaíba

Mossoró

Baraúna

Apodi

Upanema

Tibau

Governador Dix-Sept Rosado

Felipe Guerra

Caraúbas

Serra do Mel

Areia Branca

Messias Targino

Grossos

Janduís

Campo Grande

Centro de Operações de Emergência

O Governo também pretende instalar nos próximos dias o Centro de Operações de Emergência de Arboviroses (COE). O mecanismo visa reunir entes que atuam além da saúde pública para o enfrentamento da dengue no RN. O objetivo central do COE é expandir, de forma conjunta, as ações para áreas como a infraestrutura, educação, segurança, entre outras, ampliando assim a capacidade de atuação do poder público na proteção à população.

Fonte: g1 RN

Comunicar erro
Publicidade/Eletrotech

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais