Publicidade/DigiSat

Aos 81 anos, Paul McCartney atrai jovens da Geração Z para possível última turnê do astro no Brasil

Neste final de semana, Paul McCartney se apresenta com duas datas parcialmente esgotadas no Allianz Parque, em São Paulo.

Por Francisco Marcos Pereira em 09/12/2023 às 10:30:44
Foto: Reprodução internet

Foto: Reprodução internet

Neste final de semana, Paul McCartney se apresenta com duas datas parcialmente esgotadas no Allianz Parque, em São Paulo. Para além do público que viveu os sucessos dos Beatles, Wings e do início da carreira solo do cantor, parte dos fãs terão a oportunidade de ver McCartney pela primeira vez ao vivo. É o caso de Yuri Moraes, de 25 anos, que vai ao show do britânico na capital paulista neste sábado, 9. “Nunca tive a oportunidade de ir num show do Paul McCartney, esse ano a chance está aí. Confesso que não sei se ele virá novamente para o Brasil, espero que sim, mas essa brecha não posso perder. Sei que é a décima vez que ele está vindo ao Brasil e que ama nosso país. Paul deveria vir todo ano para a gente ficar mal-acostumado”, brincou o jovem.

Parte da Geração Z (nascidos entre 1997 e 2010), Moraes conta que se tornou fã do cantor ainda durante a infância, sob influência dos pais. “Desde o berço, minha família colocava ‘Yesterday’ e ‘Let it Be’ para eu e minha irmã dormirmos. Anos foram se passando e o fã de Beatles que sou foi só crescendo. Desde o trabalho com John, George e Ringo, até posteriormente, com os Wings e sua carreira solo… Tudo que o Paul fez e tem feito, dentro e fora da música, é de uma admiração gigantesca”, relembrou.

Paul McCartney também faz questão de se aproximar de jovens. No primeiro show da turnê “Got Back” no Brasil, realizado em Brasília, no último dia 30 de novembro, a equipe do cantor convidou universitários do curso de música da UNB (Universidade de Brasília) para participar do evento. Os estudantes tiveram acesso exclusivo à passagem de som do artista e, no horário do espetáculo, receberam ingressos gratuitos com acesso à Pista Premium. Em seus álbuns de estúdio mais recentes, Paul também faz conexões com músicos da nova geração. O produtor Mark Ronson, responsável pela música “Uptown Funk” e pela trilha sonora do filme “Barbie”, além de parcerias com fenômenos do pop como Lady Gaga e Dua Lipa, trabalhou com McCartney no disco “New”. Segundo Ronson, o beatle o procurou com muita gentileza. “Acho que ele gosta de ter parceiros inspiradores para trocar ideias”, disse, em entrevista à imprensa estrangeira.

Embora não seja nenhum devaneio pensar que esta será a última vez que um dos mais influentes músicos da história cantará, aos 81 anos, suas célebres músicas nos palcos brasileiros, Paul tem sido elogiado pelas performances na turnê “Got Back”. Além disso, o octogenário diz que aposentadoria não passa pela sua cabeça agora e costuma se comparar a um jogador de futebol prestes a pendurar as chuteiras. “As pessoas dizem: ‘Quando você vai se aposentar?’ E quase sempre eles [jogadores] dirão: ‘Bem, quando não me divertir mais ou quando as pernas cederam’, ou algo assim. Quando há um fator, isso os faz se aposentar. Não acho que nenhum deles queira de fato se aposentar.”

Além dos shows na capital paulista, neste final de semana (sábado e domingo), Paul McCartney se apresenta em Curitiba, no dia 13 de dezembro, e no Rio de Janeiro, no dia 16 de dezembro. O espetáculo no Maracanã será exibido ao vivo pelo aplicativo de streaming Disney+. Os fãs do cantor ainda podem adquirir os últimos ingressos para os shows de São Paulo no site da Eventim. Ingressos da modalidade meia-entrada estão esgotados. Durante passagem pelo Brasil, o cantor já realizou um show no Distrito Federal e dois em Belo Horizonte. Nas apresentações, McCartney inclui grandes sucessos de sua carreira, como “Let It Be”, “Helter Skelter”, “Hey Jude” e “Blackbird”. O evento é uma produção da empresa 30e.

Fonte: Jovem Pan

Comunicar erro
Publicidade/Eletrotech

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais