Publicidade

Ceará confirma três casos da subvariante BE.9 da Covid-19

Os pacientes são de Fortaleza e têm idade média de 45 anos, com predominância do sexo feminino, segundo boletim da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa).

Por g1 CE em 25/11/2022 às 21:44:24
- Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

- Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Ceará confirmou, nesta sexta-feira (25), três casos da subvariante BE.9 do coronavírus, causador da Covid-19. Os pacientes são de Fortaleza e têm idade média de 45 anos, com predominância do sexo feminino, segundo boletim da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O estado segue com onze casos da subvariante BQ.1.

A orientação da Sesa é para que a população complete os esquemas de vacinação contra a Covid-19 com as doses de reforço, conforme a faixa etária, para prevenir o contágio.

Em caso de sintomas gripais, a pasta indicou o uso de máscara e a realização de testagem em uma das unidades de saúde municipais. Se o paciente testar positivo para a doença, a recomendação é de isolamento social por sete dias, a contar do primeiro dia dos sintomas, ou, em caso de resultado negativo do exame, a partir do quinto dia.

Variante BE.9

Segundo a Fiocruz, a BE.9 é uma evolução da sublinhagem BA.5.3.1, uma ômicron da linhagem BA.5. A subvariante compartilha algumas das mutações encontradas na última variante notável, a BQ.1.

Os pesquisadores, contudo, reforçam o otimismo pelo fato de casos graves não acompanharem as curvas de contágio. Por enquanto, nenhuma das duas parece provocar o aumento relevante de hospitalizações e mortes.

Fonte: g1 CE

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais