Publicidade

Eleitores de oito municípios vão eleger novos prefeitos no dia 30 de outubro

A eleição suplementar será necessária porque os prefeitos eleitos em 2020 tiveram mandato ou registro cassados pela Justiça Eleitoral

Por Gabriela Ornelas em 13/10/2022 às 20:33:47
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Eleitores de oito municípios brasileiros irão eleger, no próximo dia 30 de outubro, novos prefeitos e vice-prefeitos em eleições suplementares, que irão administrar os municípios pelos próximos dois anos. O pleito acontecerá simultaneamente com o 2º turno das eleições majoritárias. A nova votação será necessária porque os prefeitos eleitos em 2020 nas respectivas cidades tiveram o mandato ou registro cassados pela Justiça Eleitoral.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a votação ocorrerá nas cidades de Cachoeirinha, Cerro Grande e Entre Rios do Sul, no Rio Grande do Sul; Canoinhas, em Santa Catarina; Joaquim Nabuco e Pesqueira, em Pernambuco; Pinhalzinho, em São Paulo; e Vilhena, em Rondônia.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) informou haver consenso somente em Entre Rios do Sul, com candidato único: Irson Milani, do PDT.

Urnas eletrônicas

Para o dia 30, as urnas estão sendo preparadas para votação com um cargo a mais. O TRE-RS informou ainda que terá um cuidado maior com a orientação de eleitores onde acontecem as eleições suplementares.

Os sistemas eleitorais permitem que se inclua uma eleição adicional em um município de forma simultânea às eleições estadual e federal. A forma de preparação das urnas é idêntica aos demais municípios, fazendo-se uso de programas idênticos. Os dados de eleições e candidatos são o que diferem para esses municípios onde haverá eleição para prefeito.

As urnas dessas cidades também contarão com um boletim de urna único, incluindo votos para governador, presidente e prefeito. O processamento do resultado será simultâneo ao das eleições estadual e federal. Assim, quando os arquivos chegarem ao TSE, serão processados ao mesmo tempo para todos os cargos. Ou seja, quando tiver 100% das seções totalizadas nesses municípios, também será divulgado o resultado final dos prefeitos eleitos.

A ordem de votação na urna será: governador (onde houver segundo turno), presidente (em todo o país) e prefeito (onde houver eleição suplementar).

No dia 30 de outubro, data do 2º turno das eleições gerais, 156.454.011 milhões de brasileiros aptos a votar retornarão às urnas para escolher o próximo presidente da República. A disputa está entre o candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL0), e o candidato do Partido dos Trabalhadores, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Haverá ainda segundo turno para governador em 12 estados.

Como será no dia do segundo turno das eleições

Dia e horário de votação: o segundo turno será no domingo (30/10), das 8h às 17h, no horário de Brasília. A divulgação da apuração dos votos deve começar logo após o fechamento das urnas.

Onde votar: o eleitor pode conferir o local de votação no site do TSE. Ou por meio do aplicativo e-Título, acessando "onde votar".

Quem deve votar: todos os brasileiros alfabetizados, entre 18 e 70 anos, são obrigados a votar no dia da votação. O voto é facultativo apenas para quem tem entre 16 e 18 anos, pessoas com mais de 70 anos e analfabetos.

Fonte: Correio Braziliense

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais