Publicidade

Caged: RN gera 6,3 mil empregos formais em agosto e chega ao 5º mês seguido com saldo positivo

Em agosto deste ano foram 21.415 admissões contra 15.077 desligamentos; agropecuária foi setor que mais contratou.

Por g1 RN em 30/09/2022 às 17:52:32
Ministério do Trabalho e Previdência diz que 15.654 vagas formais de emprego foram criadas no RN entre janeiro e agosto de 2022 - Foto: Agência Brasil

Ministério do Trabalho e Previdência diz que 15.654 vagas formais de emprego foram criadas no RN entre janeiro e agosto de 2022 - Foto: Agência Brasil

O Rio Grande do Norte fechou o mês de agosto com um total de 6.338 empregos formais gerados. A informação é do Ministério do Trabalho e Previdência e consta no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), levantamento que mostra o saldo líquido – contratações menos demissões – da geração de empregos com carteira assinada.

Em agosto deste ano foram 21.415 admissões contra 15.077 desligamentos, resultando no saldo positivo de mais de seis mil vagas nos mês. Em 2022, esse é o quinto mês consecutivo que o estado termina com saldo positivo de empregos.

Em comparação a julho no estado houve aumento na geração de postos de trabalho, segundo o Caged. Naquele mês o Rio Grande do Norte também registrou bons resultados, com um saldo positivo de 2.458 vagas de trabalho formal.

Em relação a agosto de 2021, contudo, o resultado deste ano foi inferior. Naquele mês, o estado gerou 7.502 empregos com carteira assinada, uma redução de 15,5%.

Setores da economia

Em agosto, o segmento econômico potiguar que mais contratou foi a agropecuária, que abriu 2.580 novas vagas de trabalho. Ainda segundo o Caged, o setor industrial foi a segunda área que mais contratou, com 1.635 novos postos de trabalho. O setor de serviços fechou o pódio, com 969 vagas abertas.

Acumulado de 2022

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência, 15.654 vagas formais de emprego foram criadas no Rio Grande do Norte entre janeiro e agosto. No período foram registradas 132.183 admissões e 116.529 desligamentos.

Fonte: g1 RN

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade/Armarinho Morais