Publicidade

Por segurança, Governo do DF deve fechar Esplanada no dia 2 de outubro

Esquema especial de segurança está sendo montado para proteger sedes dos Três Poderes no dia do pleito eleitoral

Por Luana Patriolino em 20/09/2022 às 01:48:21
(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

(crédito: Minervino Júnior/CB/D.A.Press)

Para prevenir manifestações violentas, o Governo do Distrito Federal (GDF) deve fechar a Esplanada dos Ministérios no dia 2 de outubro — data marcada para a votação do primeiro turno das eleições em todo país. O temor é que os manifestantes destruam as sedes dos Três Poderes. O local também foi vigiado no feriado de 7 de Setembro.

Procurada pelo Correio, a Secretaria de Segurança Pública do DF informou, por meio de nota, que o plano ainda está sendo elaborado com órgãos locais e federais.

"O plano de segurança pública para o período eleitoral está em fase de elaboração e, assim como em todos os eventos deste tipo ocorridos no Distrito Federal, o planejamento está sendo constituído com a participação de instituições locais e federais, por meio de tratativas com representantes dos setores de segurança da Câmara dos Deputados, do Senado, do Supremo Tribunal Federal, do Tribunal Superior Eleitoral e do Tribunal Regional Eleitoral", disse.

A pasta afirmou que está previsto um protocolo de ações integradas "com flexibilidade para avaliações e ajustes constantes, de acordo com o cenário do momento, para garantir que os processos eleitorais, local e federal, ocorram sem transtornos e de acordo com a legislação do país".

Além dos Três Poderes, a SSP-DF está preocupada com a sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O local terá expediente para a apuração do resultado das eleições. Os ministros da Corte também estarão de plantão no dia, assim como equipes jornalísticas para transmissão das informações. O prédio vai receber esquema especial de segurança, que já foi planejado.

Fonte: Correio Braziliense

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade