Publicidade

Diferença entre Lula e Bolsonaro diminui seis pontos, mostra BTG Pactual

Mudança no cenário ocorre três semanas após a redução no preços dos combustíveis e a aprovação da PEC Emergencial

Por Thays Martins em 08/08/2022 às 17:32:09
(crédito: EVARISTO SA / AFP)

(crédito: EVARISTO SA / AFP)

O ex-presidente Lula (PT) caiu três pontos percentuais nas intenções de voto para a presidência da República e o presidente Jair Bolsonaro (PL) subiu três pontos na nova rodada de pesquisa feita pelo Instituto FSB para o banco BTG Pactual divulgada nesta segunda-feira (8/8). Com isso, a diferença entre os dois na corrida ao Planalto diminuiu em seis pontos. A diferença que era de 13 pontos, passou para sete. O petista está com 41% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 34% no primeiro turno.

A mudança no cenário ocorre três semanas após a redução no preços dos combustíveis e a aprovação da PEC Emergencial. Após as medidas, a avaliação do governo também teve melhora. Em julho, 47% avaliavam a gestão de Bolsonaro como ruim ou péssima, agora são 44%. Entre os que acham ótimo ou bom, o número subiu de 31% para 33%.

A pesquisa também mostra o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 7% dos votos, a ex-senadora Simone Tebet (MDB) com 3% e André Janones (Avante) com 2%. José Maria Eymael (DC) e Pablo Marçal (Pros) têm 1% cada.

Na primeira pesquisa já no período eleitoral, o levantamento ainda aponta que 82% dos eleitores de Bolsonaro dizem que a decisão já está tomada e que não vai mais mudar. Entre os eleitores de Lula, o percentual é de 81%.

Segundo turno

Na simulação de um segundo turno entre Lula e Bolsonaro, a pesquisa mostra que o petista vence com 51% dos votos contra 39% de Bolsonaro. A diferença entre os dois também diminuiu. Na última pesquisa, Lula tinha 54% e Bolsonaro 36%.

Lula também vence Ciro Gomes e Simone Tebet em um possível segundo turno. Nas simulações com Bolsonaro, Ciro Gomes vence o atual presidente e Bolsonaro vence Simone Tebet.

Foram entrevistadas 2 mil pessoas entre sexta-feira e domingo. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-08028/2022.

Fonte: Correio Braziliense

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade