Publicidade

Bolsonaro "é um acidente que aconteceu nesse país", diz Lula em Maceió

Em discurso nesta sexta-feira (17/6), o ex-presidente Lula também criticou Bolsonaro por não alterar a política de preços da Petrobras, após novo reajuste nos combustíveis

Por Victor Correia em 17/06/2022 às 21:00:57
(crédito: Reprodução/Twitter)

(crédito: Reprodução/Twitter)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta sexta-feira (17/6) que o presidente Jair Bolsonaro (PL) é "um acidente que aconteceu nesse país", uma praga da qual "nós temos que nos livrar". O petista também voltou a criticar a falta de ações de Bolsonaro para alterar a política de preços da Petrobras.

"[Bolsonaro] Não gosta de nada. O negócio dele é vender fuzil. Ele não conhece a palavra solidariedade, a palavra fraternidade, a palavra amor", disse o ex-presidente. "Esse cara é um acidente que aconteceu nesse país. É uma praga que caiu aqui e nós temos que nos livrar dela", completou.

Lula e seu vice, Geraldo Alckmin (PSB), participaram hoje de um encontro em Maceió (AL), com artistas e representantes do setor cultural do estado. Às 18h está programado um ato público com a presença do ex-presidente no Centro de Convenções da capital. Segundo a campanha, são esperadas cerca de 10 mil pessoas no encontro.

Em seu discurso, o presidenciável criticou ainda o governo Bolsonaro pela alta nos preços dos combustíveis e por defender a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para combater os reajustes nos combustíveis.

"Ele [Bolsonaro] vai reduzir o ICMS e tudo o que ele vai fazer é prejudicar os estados. O preço da gasolina, que ele disse que vai baixar, a Petrobras já aumentou ontem", disse Lula. "O Pedro Parente [ex-presidente da Petrobras], com uma canetada, decidiu que ia estabelecer o PPI, paridade de preço internacional, e o presidente da República diz que não consegue mudar? Que tipo de presidente é esse?", questionou o ex-presidente.

A Petrobras anunciou novo aumento, nesta sexta-feira, nos preços de venda da gasolina e do diesel. No caso da gasolina para as distribuidoras, passará de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro, um aumento de 5,18%; já o diesel passa de R$ 4,91 para R$ 5,61 o litro, aumento de 14,15%. Os valores passam a valer a partir deste sábado (18).

Fonte: Correio Braziliense

Comunicar erro
Publicidade

Comentários

Publicidade